top of page
  • Foto do escritorE7 Distribuidora

Guia Definitivo para Varejistas: Preparando-se para o Futuro com a Transformação Digital no Universo dos Jogos

Grupo jovens em jogo multiplayer  em roda de uma mesa partilhando  écran gigante

Vivemos em um tempo onde a fronteira entre o virtual e o real está se desvanecendo rapidamente, e o universo dos jogos está na linha de frente desta revolução digital que está redefinindo não somente nossa maneira de jogar, mas também como comercializamos e adquirimos jogos. Os dias de filas ansiosas fora das lojas para os lançamentos à meia-noite são coisa do passado. Agora, o reinado é da loja digital, que nos brinda com uma gama infinita de jogos ao toque de um botão. Esta marcante transição do físico para o digital não é uma simples tendência, mas sim uma verdadeira onda de mudança, trazendo consigo desafios imensos e oportunidades sem precedentes para os varejistas no mundo dos jogos.

 

Na E7 Distribuidora, temos acompanhado de perto esta evolução digital. O setor, previamente dominado por cartuchos e discos, abraçou a digitalização numa velocidade surpreendente. As pesquisas apontam para um cenário promissor: até 2026, o mercado de jogos deve crescer para impressionantes US$ 321 bilhões, impulsionado majoritariamente por vendas e serviços digitais. A pandemia de COVID-19 acelerou essa mudança, com os lockdowns virando milhões de pessoas para os jogos, solidificando a distribuição digital como o novo padrão.

 

Mas o que isso significa para o varejista tradicional de jogos, em especial aqueles que atuam no vibrante e diversificado mercado brasileiro? É um verdadeiro chamado para a ação - um incentivo para evoluir, se adaptar e reinventar o papel do varejista num cenário dominado pelo digital. A jornada que temos pela frente é cheia de desafios, sim, mas também é rica em oportunidades para redefinir o valor, conectar-se com os consumidores de formas inovadoras e conquistar um espaço no futuro digital dos jogos.

 

Este post se propõe a ser um farol nesse mar turbulento, trazendo insights, estratégias e abordagens inovadoras para varejistas de pequeno e médio porte. Mergulhamos na essência da mudança digital, adaptando-nos a ela e, em última análise, prosperando. Venha conosco explorar como preparar o seu negócio para o futuro em meio à transformação digital que está revolucionando o setor de jogos.


jogador com oculos RV jogando num rua com muitos écrans luminosos

Compreendendo a Mudança Digital no Universo dos Jogos

 

O universo dos jogos passou por uma verdadeira metamorfose, migrando da dependência de mídias físicas para um modelo que privilegia o digital. Esta mudança é largamente motivada pela alteração nas preferências dos consumidores, que agora buscam gratificação instantânea e facilidade de acesso, características dos downloads digitais e serviços de streaming. Com apenas alguns cliques, os jogadores têm acesso a um vasto catálogo de títulos, muitas vezes a preços mais atrativos do que os encontrados em lojas físicas. O impacto dessa mudança é sentido em toda a indústria, desde os jogos de console de grande orçamento até as experiências casuais em dispositivos móveis.

 

As principais plataformas e editoras de jogos estão voltando cada vez mais seus esforços para a distribuição digital. Gigantes como PlayStation Network, Xbox Live e Steam se tornaram ícones da cultura de jogos, ofertando não somente uma plataforma para compras digitais, mas também lançamentos exclusivos e conteúdos somente digitais que não estão disponíveis em formato físico. Essa estratégia atende não apenas à conveniência desejada pelos jogadores, mas também reduz significativamente os custos de produção e distribuição para as editoras.

 

Além disso, o crescimento dos jogos para celular e a popularidade dos modelos free-to-play foram cruciais para impulsionar a transformação digital. Jogos para celular, muitas vezes gratuitos para baixar, oferecem compras dentro do aplicativo como sua principal fonte de receita, enraizando ainda mais o modelo de distribuição digital no ecossistema de jogos. O sucesso desses jogos é evidenciado por números expressivos de receita e estatísticas de engajamento do usuário, ressaltando a influência inegável da tecnologia digital na trajetória de crescimento do setor.


movimentada rua de uma loja gaming apresentando um novo jogo

Estratégias para Varejistas se Adaptarem à Era Digital

 

Diante da era digital, os varejistas precisam se movimentar e diversificar suas ofertas de produtos, adotando códigos digitais, serviços de assinatura e conteúdo digital exclusivo. Ao incorporar essas ofertas, os varejistas podem atrair um público mais amplo e fomentar novos fluxos de receita. Por exemplo, a venda de códigos digitais para conteúdo de download (DLC) ou para jogos completos pode atrair clientes que têm preferência pelo digital, mas ainda valorizam as experiências de compra presenciais.

 

Para se manterem competitivos frente às plataformas digitais, os varejistas também precisam aprimorar a experiência do cliente, tanto na loja física quanto online. Os varejistas podem organizar eventos de jogos presenciais ou contar com equipes especializadas para criar um verdadeiro centro comunitário. Online, é essencial oferecer opções de compra e suporte ao cliente ágeis para equiparar-se à conveniência das lojas digitais.

 

Formar parcerias estratégicas com desenvolvedores de jogos e plataformas digitais é outra estratégia para se destacar. Os varejistas podem oferecer mercadorias físicas exclusivas ou códigos de acesso antecipado para lançamentos de jogos, proporcionando uma proposta de valor única que os canais exclusivamente digitais não conseguem replicar. Essas colaborações podem ajudar os varejistas a manter sua relevância e atratividade para os consumidores que buscam algo mais do que simplesmente baixar um jogo.


varios jovens jogando num pavilhão de jogos de realidade virtual em 3D

Adotando Inovações Tecnológicas para se Manter à Frente

 

Investir em tecnologias avançadas, como Realidade Aumentada (AR) e Realidade Virtual (VR), pode ser um divisor de águas para os varejistas. Ao integrar experiências de AR e VR em seus espaços comerciais, eles podem atrair mais visitantes e oferecer aos clientes experiências de compra interativas e imersivas que não são possíveis online. Demonstração de jogos em VR ou visualização em AR do conteúdo do jogo podem transformar uma simples ida às compras em uma experiência memorável, atraindo tanto jogadores dedicados quanto curiosos.

 

A utilização de análise de big data também é crucial para entender as preferências e os comportamentos dos clientes. Os varejistas podem usar esses dados para tomar decisões informadas sobre o estoque de produtos, personalizar campanhas de marketing e desenvolver programas de fidelidade. Ao aproveitar o poder dos dados, os varejistas podem antecipar tendências e atender às necessidades de seus clientes de maneira mais eficaz, garantindo que suas ofertas sejam sempre relevantes e atrativas.

 

A tecnologia Blockchain é outra área que os varejistas podem explorar, especialmente em relação a colecionáveis digitais e transações seguras. Com o interesse crescente da comunidade de jogos em colecionáveis digitais, o blockchain oferece uma maneira de assegurar a autenticidade e a raridade desses itens, adicionando uma camada de confiança e valor para os consumidores. Ao adotar o blockchain, os varejistas podem se posicionar na vanguarda de uma tendência que promete reformular o mercado de mercadorias de jogos.

 

No cenário de jogos em constante mudança, a transição dos cartuchos e discos tangíveis para o domínio digital foi rápida e decisiva. Essa mudança, motivada pelo desejo dos consumidores por imediatismo e uma seleção ilimitada, não sinalizou o fim dos varejistas físicos, mas sim um chamado à ação. Ao adotar códigos digitais, aprimorar as experiências na loja e formar parcerias estratégicas, os varejistas podem não apenas acompanhar essa transformação, mas também prosperar nela.

 

Ao refletirmos sobre as estratégias que podem impulsionar os varejistas em cidades como São Paulo, vemos oportunidades tecidas no tecido da digitalização. A integração de AR e VR, o uso inteligente de big data e a exploração da tecnologia blockchain não são apenas táticas de sobrevivência, mas caminhos para o pioneirismo de uma nova experiência de varejo, que une o tangível e o virtual na dança do comércio moderno.

 

Os varejistas do setor de jogos estão à beira de uma nova era, onde a adaptabilidade e a inovação são seus maiores ativos. Ao contemplarmos a trajetória dessa revolução digital, fica claro que são aqueles que ousam reimaginar e reinventar que escreverão o próximo capítulo na história dos jogos. Portanto, enquanto os pixels do futuro continuam a formar o quadro geral, lembre-se: na jornada da transformação digital, a adaptação não é apenas a chave para a sobrevivência – é o código para desbloquear um sucesso sem precedentes.

 

Descubra o Futuro do Varejo de Jogos Online

 

Para se manter atualizado com as últimas tendências e estratégias do varejo de jogos, inscreva-se em nosso boletim informativo. Receba conteúdo exclusivo que o manterá informado e inspirado.

 

Junte-se à exploração do mundo em evolução do varejo de jogos, onde a inovação é a chave para o sucesso.
5 visualizações0 comentário

Comentários


bottom of page